Blog do Vamp

O Vampiro de Curitiba




___"Estado, chamo eu, o lugar onde todos, bons ou malvados, são bebedores de veneno; Estado, o lugar onde todos, bons ou malvados, perdem-se a si mesmos; Estado, o lugar onde o lento suicídio de todos chama-se... "vida"!" (F. Nietzsche)

O Terrorista da Noruega e a Mistura de "Raças" no Brasil


Outro caso que está dando o que falar é o do lunático norueguês que, covardemente, assassinou dezenas de seus próprios conterrâneos. A repercussão por aqui se deve mais às citações que o destrambelhado fez em relação aos brasileiros, afirmando que a causa do Brasil ser o que é - um país corrupto, atrasado, exemplo de tudo o que há de pior no planeta - se deve ao fato de haver aqui uma mistura de "raças", o que levaria a sermos uma população de caráter fraco, seres inferiores. Que o Brasil é um país corrupto, atrasado e exemplo de tudo o que há de pior no planeta não há dúvida alguma, convenhamos. Mas será a mistura de "raças" a causa de nosso atraso?

João Pereira Coutinho escreveu na Folha de ontem um excelente artigo sobre o caso da Noruega. Leiam o artigo, vale a pena. Depois eu volto para levantar umas questões específicas sobre a tal "mistura de raças".

O Terrorista da  Noruega


Há algo de podre no reino da Noruega. Ou não há? Lendo os jornais, acreditamos que não. Tudo é silêncio. Nenhum sermão sobre esse tipo de massacre.

Estranho: quando um louco entra numa escola americana e abre fogo sobre os estudantes, a mídia é inundada por sábios, dispostos a explicar tudo, exceto o óbvio.

A culpa é da América. A culpa é de uma história nacional de violência que sempre promoveu a violência. A culpa é das armas, vendidas em todo o lado, sem restrições.
A culpa é dos filmes. Da televisão. Da MTV. Do sr. Marilyn Manson. Do Mickey Mouse. A culpa é de todo mundo, exceto de quem premiu o gatilho.

Esse raciocínio não se aplica apenas às matanças americanas. Aplica-se também ao terrorista clássico, leia-se islamita, que o 11 de Setembro catapultou para as primeiras páginas. Uma bomba em Londres, Madri ou Tel Aviv?

A culpa não é dos terroristas. A culpa, deliciosa ironia, é novamente da América. Ou do seu irmão mais novo, Israel, que “roubou” a terra dos palestinos. A culpa é da pobreza. A culpa é da fome. A culpa é do colonialismo. A culpa é nossa, nunca dos outros.

Nada disso existe nas reações conhecidas ao massacre da Noruega. Os sábios ficaram sem roteiro e olham, pasmados, para os números: das vítimas e, já agora, da excelência do país.

Anthony Browne, no “Sunday Telegraph”, recordava alguma dessa excelência. Segundo as Nações Unidas, a Noruega está no top dos países com melhor qualidade de vida. É presença permanente nas missões de paz em zonas de conflito. É o maior doador de ajuda externa per capita do mundo.

Também não existe nenhuma sombra colonial, ou imperial, a pairar sobre os noruegueses. Em matéria econômica, a Noruega conjuga o supremo sonho dos progressistas: igualdade social com crescimento econômico.

E sobre as armas, sim, elas existem num país de caçadores; mas a legislação sobre a compra e o porte de armas é das mais rigorosas da Europa. O que resta, depois de tudo isso?

Restam três palavras: Anders Behring Breivik. Ou, como o próprio assinou no seu manifesto de 1.500 páginas, Andrew Berwick. Não é preciso procurar as causas imaginárias quando é o próprio a explicar o seu pensamento.

E o seu pensamento, já traduzido pela revista “Foreign Policy”, é indistinguível do pensamento radical jihadista que nos assalta sazonalmente.

Encontramos o mesmo desprezo pela democracia liberal e pelas sociedades pluralistas do Ocidente. A mesma náusea pela “cultura de tolerância” e pelo reles materialismo dos ocidentais.

O mesmo toque de misoginia e puritanismo em relação ao “sexo frágil” -as páginas sobre os hábitos sexuais “devassos” da mãe e da irmã arrepiam qualquer um.

E, surpresa das surpresas, uma admiração assaz heterodoxa pela Al Qaeda e pelo seu defunto líder, Osama bin Laden. Bizarro?

Nem por isso. Breivik despreza a “islamização” da Europa e deseja travá-la pela força das armas. Mas, nessa fobia demente, existem palavras de admiração sobre a disciplina, a tenacidade e até o manual de treino da turma de Bin Laden.

Aliás, os objetivos de ambos são similares: reconquistar a Europa para uma fé perdida. No caso de Bin Laden, reconquistar a Europa para o profeta.

Para Breivik, reconquistá-la para a cristandade. “Tal como os guerreiros jihadistas são as ameixoeiras da Ummah [o mundo islâmico]“, escreve Breivik no manifesto, “nós seremos as ameixoeiras da Europa e do cristianismo.”

Quem disse que os inimigos não nutriam admiração mútua? Hitler era um admirador sincero da violência e da implacabilidade de Stálin.

Regresso ao início: não vale a pena tanto silêncio perante o massacre da Noruega.

No seu inefável horror, ele ensina como as ideias erradas, na cabeça errada, continuam a ser o verdadeiro motor da história.

E o fato de nós, ocidentais, vivermos num estágio pós-ideológico onde nada é importante porque nada tem importância não significa necessariamente que os outros nos acompanham nessa doce viagem relativista.

Como o próprio Breivik confessou pela internet, “uma pessoa com convicção tem a força equivalente a 100 mil que tenham interesses apenas”.

No melhor e no pior, a história da humanidade é a confirmação desse pensamento.

João Pereira Coutinho
                                     .................

Concordo plenamente com Coutinho. Agora à questão da mistura de "raças":

O leitor mais atento já percebeu que eu sempre uso a palavra "raça" entre aspas, quando falamos em seres humanos. Isto porque, simplesmente, não existe o conceito de raça entre humanos.  Não é assim porque eu quero, assim é porque a ciência nos ensina. Somos todos membros da mesma familia humana. Ponto. No Brasil essa questão de dividir a sociedade em raças, através das malditas "cotas raciais", está sendo levantada por estratégia da Esquerda. Estratégia demagoga, populista e extremamente perigosa.

A ciência nos ensina, ainda, que a mistura de etnias não é, como quer o   fanático norueguês - e como quiseram tantos outros em tempos sombrios - algo que venha "enfraquecer" uma população, seja ela qual for. Muitíssimo pelo contrário. É exatamente a diversidade genética a responsável pela sobrevivência das espécies. Isso vale para toda e qualquer espécie, para qualquer animal, inclusive e, especialmente, para nós humanos.  O conceito nacional-socialista de "raça pura" é uma grande bobagem, cientificamente falando. 

Se o Brasil é exemplo de país atrasado, os Estados Unidos da América são o exemplo de um país desenvolvido, de uma sociedade avançada. E o que se observa na população norte-americana? Uma mistura de etnias maior ainda do que a existente no Brasil. E é justamente essa diversidade de etnias vivendo pacificamente a força dos E.U.A.

O problema do Brasil, portanto, nada tem a ver com "mistura de raças". Isso é de uma idiotice sem tamanho.

O xenófobo norueguês se diz cristão e culpa também o marxismo pelas mazelas brasileiras. Sim, o marxismo realmente é a vanguarda do nosso atraso, principalmente porque formou, junto com o cristianismo do norueguês, a base do senso comum, não apenas no Brasil, mas em toda América Latina, onde todo progresso material e intelectual é visto como algo desprezível, algo a ser mesmo evitado, glorificando sempre a mediocridade, a falta de cultura, a miséria material e intelectual.

A nossa mistura étnica é nossa maior força, motivo de nos orgulharmos. Estive recentemente em São Paulo, passei uns dias lá, acompanhando os ensaios da peça do Gerald Thomas. Percebi a grande diversidade de etnias, mas o que me chamou a atenção foi o grande número de descendentes de japoneses. Pergunto: o que seria de Sampa sem a beleza daquelas japonesinhas maravilhosas?


O Vampiro de Curitiba



32 comentários:

eu nem consigo discutir mais sobre esse tipo de comportamento, essa idéia de separação, divisão ou classificação esta tão ultrapassada que a indgnação que me sobra é só de saber que ainda existe "gente" que a vive...
Gostaria de ver uma discussão aqui sobre o caso do menino ingles que assassinou a namorada por conta de uma aposta, vc ja deve ter visto Vamp ...Naquele caso ainda tem elementos que inspiram alguma curiosidade...

 

Seja bem vinda, Desyre!
Eu não tô por dentro deste caso que você citou. Na verdade eu estava meio afastado de tudo. Agora começo a retornar, a voltar a escrever...

 

Posso te adiantar que neste caso Vamp nao existe ideologia drogas ou qquer outro elemento que possa vitimizar o assassino, sobrou então o bicho humano e sua natureza...

 

Do post anterior.

27 de julho de 2011 Vamp "...se não há dano para terceiros (...)"

Sempre haverá.

 

Do post anterior II.

O texto do João Pereira Coutinho é um equívoco óbvio, o do Reinaldo Azevedo não é um equívoco.

 

Simplesmente o cara é louco.

 

Como todo terrorista covarde o norueguês mata dezenas de jovens indefesos numa ilha e após a chegada da policia se entrega como um gatinho. Terroristas gostam de matar pessoas e ficam colocando no meio ideais de esquerda ou de direita.Meu maior medo Vamp é que esse lunático recebeu apoio de deputados no parlamento europeu e estava lendo comentários no uol com gente apoiando esse cara. Nao dou bola para terroristas, não dou moral a um covarde assassino para julgar o Brasil ou analisar qualquer sociedade.Esses textos nem deveriam ser analisados, o que os terroristas querem é propaganda para suas idéias distorcidas.PS:É só começar a crise economica e o nazismo começa a renascer na Europa, impressionante.PS2: O que está acontecendo com a politica e a economia dos EUA, o que é esse movimento Tea Party que está tomando o partido republicano?

 

Pessoal, me perdoem pela demora na aprovação dos comentários. Eu tô na correria, mas sempre que der, entro pra liberar os comments.
Mandem ver!

 
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
 

http://eusousbtista.blogspot.com/2011/07/alexandre-frota-esta-em-alta-e.html

 

Você pode até gostar das japonesinhas maravilhosas, Vamp. O problema é que os eleitores do Serra aqui em SP querem mais é afogar os nordestinos que “elegeram” a Dilma, assim como a turma da extrema-direita americana querem fazer com os latinos e negros que ajudaram a eleger Obama, igual nos idos tempos em que a Ku Klux Klan enforcava negros lá na “sociedade avançada“ americana. Porém concordo com vc quando afirma que o seu colega norueguês de extrema-direita é um idiota.

 

Mas afinal Vamp, voce corre atras do que?

 

Gaeta, boa pergunta (rs) !

 

Fernando Lins, meu colega, não! Ele tá bem mais próximo de você, acredite!

 

Lucio Jr., tive de deletar seu comentário: tem brincadeiras que ofendem as pessoas.

 

Eu não vi ninguém de direita chorar o monstro ou achar que aquelas pobres vítimas mereceram aquele destino. Mas quase todos os petistas que conheço choraram Bin Laden e acharam que os inocentes que estavam no WTC mereceram aquilo.

 

Eu nunca admirei a determinação daquele monstro, mas Lula admira a determinação de Hitler.

 

Uai, Vamp, pior é que não é brincadeira. Eu sugeri isso a ele naquela postagem do Fausto e Silva. Será que minha sugestão, de que o Frota fosse um mefistófeles num "Faustão", não foi atendida?

 

"Artigo 20.º do código penal

Inimputabilidade em razão de anomalia psíquica

1 - É inimputável quem, por força de uma anomalia psíquica, for incapaz, no momento da prática do facto, de avaliar a ilicitude deste ou de se determinar de acordo com essa avaliação.

2 - Pode ser declarado inimputável quem, por força de uma anomalia psíquica grave, não acidental e cujos efeitos não domina, sem que por isso possa ser censurado, tiver, no momento da prática do facto, a capacidade para avaliar a ilicitude deste ou para se determinar de acordo com essa avaliação sensivelmente diminuída."

 

Nossa Roger (io)
Estava com muita saudade dos seus ' POST ' incriveis !!!
Puxa muito bom voltar a ler 'voce !!!
bjs
sue

 

Obrigado, Sue!
Beijão!

 

Vamp: Hitler era admirador de Stálin? Novidade essa. Por que que eu saiba, Hitler dizia: "ou é o escudo dourado dos germanos ou a escuridão do bolchevismo asiático." Quando ele não falava: "os judeus da União Soviética", pelo fato de que Felix Dzerzhinsky (da Tcheka), Zdanov (do realismo socialista) e outros que chegaram a altos postos na URSS eram judeus.

 

Postado por Vamp às 16:00:00

"(...) Que o Brasil é um país corrupto, atrasado e exemplo de tudo o que há de pior no planeta não há dúvida alguma (...)"

"exemplo de tudo o que há de pior no planeta"

"exemplo"

Vá lá...

 

meodeos q desperdício esse noruegues... tah loco!

 

káaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
eu pensei o mesmo!!!!

 
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
 

Mudando um pouco o topico de discussao, no tempo do blog do Gerald, discutimos muito o estado da economia americana. Hoje fui comprar alguns dolares para uma viagem, vieram todos com numeracao sequenciada, e novinhos em folha. Isto eh: Direto das impressoras (que devem estar rodando que nem loucas agora que o teto de endividamento foi ampliado) do FED para a casa de cambio. Nao sei nao, algem sabe onde isso vai parar? Gerald fale para o seu amigo Obama boy:
Get out of Afeghanistan and Irak as soon as possible!

 

Caro Vampiroska, não sei porque alguma coisa na minha cabeça te arremete ao leste. Deixa prá lá. Adoro tua "coluna", não pensem bobagens, só que tu posta muito pouco, nem estou exigindo de ti se transformar em um Reinaldovisky, claro que não. Aliás, acompanhei na arquibancada o "entrevero", palavra usualmente gaúcha, entre Gerald Thomas e Reinaldo Azevedo, quando dois grandes se confrontam, a inteligência ganha. Eles se merecem, por isso hoje são amigos desde criancinha. Contra a inteligência não há resistência..

Caro Vampiro, poste mais please, assim acho q vc é uma cara desleixado....

 

Sam Spade, obrigado pelo comentário! Eu quero escrever com mais frequência, mas tenho que me dedicar à minha atividade remunerada. Aquele papo de levar o leite das crianças, entende? Pois é!

 

...iaí Vamp ??? Ainda naquela de meter o pau no Brasil e coisa e tal ???
Pois é rapaiz...a direita endoidou de vez. Como não conseguem mais, fabricar extermínios em massa, fazem as cabeças destes impúberes mentais, para praticarem estas crueldades.O pior esta por vir.
A turma que frequenta aqui o Baracobama, nome que o Palito deu ao seu boteco, acha que metade da população da europa será dizimada por estes malucos. Seria bom tirar-lhes o poder de apertarem os botões do arsenal atômico americano.

 

Puro testa de ferro
Este é o berro
E ele mandou ferro
É só lama
Com muita fama
Vai deitar na cama
Fundirão a cuca dos psquiatras
É do bem ou do mal?
Depende do lado que eu estou!

 

Exatamente!, Sandro: depende de que lado estou: é por isso que estou do MEU lado, e só.

 

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão aprovados.